Autodependência significa saber que sou vulnerável, que não sou onipotente mas que sou responsável por mim mesma.
Eu sou a diretora dessa orquestra!!
Mesmo que eu não possa tocar todos os instrumentos, não significa que eu possa ceder à direção.

Qual é a proposta?
Me tornar RESPONSÁVEL. CUIDAR de mim mesma. ASSUMIR para sempre minha vida.
Autodependência é sinônimo de saúde mental.
Significa deixar de me pendurar no colo do outro, mas com a humildade e a decisão pedir ajuda no momento que eu necessitar.

Para começar o processo de AUTODEPENDÊNCIA, precisamos fazer 3 perguntas existenciais básicas:

1.Quem sou?
2. Aonde vou?
3. Com quem vou?

Contestar essas 3 perguntas vai definir se eu sou:
1. Ser humano.
2. Indíviduo.
3. Pessoa.

O que significa ser humano?
Ao nascer só somos seres HUMANOS, parecidos uns aos outros.
A experiência e a história pessoal nos transforma em indivíduos.
INDIVÍDUO = INDIVISO
Remete à unidade de cada um de nós, mas também no sentido especial.
Ser pessoa é mais.
O processo de converter-se em PESSOA envolve dor, renúncia, certas aquisições e, sobretudo, trabalho pessoal.

Para autodepender tenho que pensar em mim como centro de todas as coisas que me acontecem.
É um espaço que tem a ver às vezes com a ingratidão?
Já que depende de mim, vou ter que me conceder 5 permissões chaves.
1. Conceder a mim mesma a permissão de estar e ser quem eu sou.
2. Conceder a mim mesma a permissão de sentir o que eu sinto.
3. Conceder a mim mesma a permissão de pensar o que eu penso.
4. Conceder a mim mesma a permissão de correr riscos com a condição de aceitar as consequências.
5. Conceder a mim mesma a permissão de buscar o que eu creio que necessito ao invés de esperar alguém que me dê a permissão de obtê-lo.
Porque essas permissões me permitem finalmente ser autenticamente quem eu sou?
Nada de correr riscos que os outros querem que eu corra.
Nada de delegar a responsabilidade da minha felicidade ao outro.
Autonomia total é impossível.
Vivemos em um estado existencial de relação; ninguém vive só para si.
Mas cuidado com a armadilha!
Quando deixamos que o outro escolha, isso também é uma escolha.
Nossa participação não só é possível, mas inevitável. Por isso estamos vivas.

Vocês sabem qual é o maior mérito? A nossa decisão.
Por quê?
Porque a primeira condição da autodependência é ser autêntica.
Não é uma obrigação, é uma decisão.
O caminho da Autodependência, é cuidar de nós mesmas.

Para percorrê-lo,vamos precisar de 3 ferramentas.
1. Estar em condições.
2. Estar equipadas.
3.Tomar a decisão.

Vamos descobrir nossas condições durante o percurso desse caminho.
Vamos melhorando a equipe na medida que avançamos.
Vamos solidificando a decisão enquanto mais caminhos percorremos.
Abandonar toda a dependência.
O problema é:
Para onde abandoná-la?
Sabem quais os Caminhos que não poderemos nos esquivar para encontrar a AUTODEPENDÊNCIA?
Caminho da aceitação definitiva da RESPONSABILIDADE que temos por nossa própria vida.

AUTODEPENDÊNCIA.
Caminho da DESCOBERTA do outro, do amor e do sexo.
O CAMINHO DO ENCONTRO.
Quem queremos que percorra esse caminho?
Quais são as nossas expectativas?
Quanto seremos capaz de aceitar?
Quanto nossa intuição e autoestima será capaz de nos manter nesse movimento de encantamento?
O caminho das PERDAS, das LÁGRIMAS e dos duelos.
Nossas escolhas requerem coragem e segurança.
Se faz necessária uma autoanálise para a construção desse caminho.
Perdas são inevitáveis.
Perde + Ganha.
O Caminho da BUSCA DO SENTIDO.
Faz sentido pra você?
Esse é o caminho do FELICIDADE!
Boa viagem a cada uma de vocês.

Relacionados
Liberdade

Direito de agir segundo o seu livre arbítrio, de acordo com a própria vontade, desde que não prejudique outra pessoa. Leia mais

Linguagem corporal

A linguagem corporal nos oferece uma quantidade incrível de informações sobre o que o outro está pensando, ou sentindo, se Leia mais

Segurança

Insegurança emocional é uma combinação de falta de vontade, baixa autoestima, medo e inércia Como citou Anais Min: Não vemos Leia mais