É difícil aceitar o passar dos anos de nossos pais?

Vê-los frágeis e vulneráveis e, em alguns casos, começando um processo de desconexão com o mundo e seus afetos?

Vamos abrir o tema que também faz parte de nossa Maturidade.

Viver e ter que cuida-los, reconhecê-los frágeis, dependentes e por momentos necessita-los como mãe e pai.

Espero vocês na quinta-feira, 18 de fevereiro, às 18h27 no perfil @ocaminhodoencontro

  • Idealizadora, curadora do O Caminho do Encontro, um espaço para mulheres que estão transitando os 50 anos, que procuram um lugar feminino onde possam valorizar a maturidade para ressignificar essa fase da vida.

Relacionados