É tão comum uma mulher se perguntar: Faço depois ou agora? Isso é importante ou aquilo é mais?
O que nos acontece entre o desejo e ação? Coloco desculpas de não ter tempo para fazer algo que quero fazer?

Tenho medo de encarar. Tenho medo de sair da zona de conforto. Não sou constante.

Resumindo: Não tenho tempo é igual a = ISSO NÃO É MINHA PRIORIDADE.

Você não sente que perder tempo sem realizar o que nós queremos é muito frustrante?

Eu imaginei cinco passos para traçar meu objetivo de ser a minha melhor versão, única e pessoal:

1. Falar a verdade
2. Escutar o que eu falo de mim mesma e o que o entorno absorve disso
3. Definir minhas prioridades e começar pelo caminho mais difícil
4. Visualizar resultados REALISTAS com objetivos curtos que me levam direto à ação
5. Entender que tenho que me comprometer com o tempo que levará o processo
Vamos nos animar a testar nosso objetivos mensuráveis até o final do ano.

Para continuar pensando

Livros

O poder do hábito, de Charles Duhig.
O poder do agora, de Eckhart Tolle.

Relacionados
Identidade

Porque ao longo desses dois anos construímos juntas, por meios dos temas propostos, uma nova identidade. Começando por cuidar da Leia mais

Empreendedorismo

Empreendedorismo é o processo de iniciativa de implementar novos negócios ou mudanças. É um termo muito usado no âmbito empresarial Leia mais

Imagem no espelho

De um lado é possível enxergar nossas virtudes, do outro, nossos defeitos. Sombra e Luz. O perfeccionismo invade nosso olhar. Leia mais