Existe um preconceito sobre estar no Tinder ou Happn?

Pode ser que sim! Mas para quem está sozinha, será que não existe a vontade de conhecer alguém? Ou ficamos cômodas na situação que nos encontramos?
Nos expor no mundo virtual dá medo? Vergonha?
Qual será essa insegurança que bate quando pensamos em entrar em um? Pode ser que não estejamos prontas ou que não nos sentimos atraentes ou sedutoras o suficiente para “dar a cara pra bater”.

Mas existem medidas de proteção para entrar com mais segurança. Se o desejo de entrar for mais forte, temos que dar esse primeiro passo.

A minha experiência é uma ilustração desse momento. Não queria me expor, mas queria encontrar um companheiro. Achei e estou muito feliz com ele.

Minhas sugestões:

Sejam realistas com o que vocês podem oferecer. Se não se encontram bem fisicamente e isso atrapalha a autoestima, é hora de encarar o desafio e buscar a imagem que querem ver no espelho. O autocuidado nos garante aumento de autoestima e só nos faz bem.

Se instruam, leiam, se atualizem. Conteúdo é muito importante para nos dar segurança. Uma pessoa que se gosta, se alimenta de bons conteúdos e se torna muito mais segura de si.
Baixem seus níveis de auto exigência. Ninguém é perfeito nem busca a perfeição no outro. Tentar é muito mais importante que ser a “candidata” perfeita. Coragem! Respeitem seus tempo.

Perseverem e tenham um propósito. É importante saber o que vocês buscam. O futuro começa
agora!!!Ousem! E depois venham me contar 🙂